Ticket pesagem

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Com um "Nó na Garganta"




Com um nó na garganta, foi assim que acordei.
Depois de ir dormir contrariada com coisas pequenas que acontecem durante o dia, acordei assim.

Se fosse a algum tempo atrás, teria explodido e descontado tudo em mim, e no meu marido, que é quem aguenta minhas explosões.
Mas dessa vez decidi refletir, porque aquilo mexeu tanto comigo, mas não encontrei a resposta e acabei acordando com todo aquele sentimento entalado na minha garganta. Porém, feliz comigo, por ter administrado essa emoção, pois o preço que se paga por palavras ditas sem pensar é muito alto.

Ao abrir meu e-mail, encontrei uma mensagem de um grupo espírita, que realmente não lembro de ter feito inscrição para receber Newsletters, essa mensagem deu o direcionamento às minhas reflexões que eu estava precisando. Deixei a mensagem aqui para quem tiver a curiosidade de ler.

Percebi como, em muitos momentos sou melindrosa e como pequenos detalhes podem me abalar muito mais do que grandes acontecimentos, não sei como resolver isso, pois gerenciamento de sentimentos não é nada fácil, mas decidi parar de sempre procurar um culpado por algo que aconteceu e começar a tirar proveitos das experiencias mal sucedidas para dar suporte a um futuro mais equilibrado.

Abraços!
Pam

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Voltando com os remédios para depressão - Bupropiona

Fui ao médico e pedi uma receita para voltar a tomar o antidepressivo, no caso ele indicou que voltasse a tomar a bupropiona e que eu procurasse um psiquiatra, pois ele estaria mais capacitado para me dar um diagnóstico.
Já estou tomando o medicamento faz mais de 20 dias e estou me sentindo muito melhor, cheguei a ter uma crise, mas nada comparada as que estava tendo antes de voltar com o remédio.
Também voltei a controlar minha alimentação, pois engordar só me deixava mais triste.
Se o remédio me trouxe mais dias felizes, mais qualidades de vida, pois estou bem mais disposta, então porque não tomar?
Claro que não saio dizendo a todos que conheço que estou tomando antidepressivos, pois não gosto de ficar contando problemas, não me sinto bem em conversar sobre essas coisas. Tem gente que se sente bem quando conversa sobre os problemas, já eu não, ao contrário, me sinto mal depois que conto meus problemas. Depois que está tudo resolvido eu conto para as pessoas para que sirva de incentivo ou de exemplo.
Depressão não é legal,
Depressão não é frescura,
Depressão precisa ser tratada,
Com ajuda dá para reduzir as crises e aproveitar mais dias, afinal, o tempo passa muito rápido, não podemos desperdiçar com tristezas, lágrimas e pensamentos destrutivos.

Abraços
Pam